BLOG DE OLHO NA TELA

ESTOU SEMPRE APRENDENDO …

ONDADOMAR

APRENDI…

Eu aprendi:
Que não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência para que a vida faça o resto;

Que não importa o quanto certas coisas são importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e jamais conseguirei convencê-las que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.

Eu aprendi:
Que posso fazer algo em um minuto e ter que responder por isso o resto da minha vida;

Que por mais que você corte o pão em fatias, esse pão continua tendo duas faces, e o mesmo vale para tudo o que cortamos de nosso caminho.

Eu aprendi:
Que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência;

Que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei;

Que eu preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou de ser controlada por eles.

Eu aprendi:
Que os heróis são pessoas que fazem o que acham que devem fazer naquele momento, independentemente do medo que sentem;

Que perdoar exige muita prática; condenar é mais fácil!

Que há muita gente que gosta de mim, mas que não conseguem expressar isso.

Eu aprendi:
Que nos momentos mais difíceis, a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar a minha vida.

Que eu posso ficar furioso, tenho o direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel;

Que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis. Será uma tragédia para o mundo se eu conseguir convencê-la disso.

Eu aprendi:
Que meu melhor amigo vai me machucar de vez em quando, que eu tenho que me acostumar com isso;

Que não é bastante ser perdoado pelo outros, eu preciso me perdoar primeiro;

Que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso.

Eu aprendi:
Que as circunstâncias de minha infância são responsáveis pelo que eu sou, mas não pelas minhas escolhas que eu fiz quando adulto.

Que numa briga, eu preciso escolher de que lado estou, mesmo quando não quero me envolver.

Que , quando duas pessoas discutem não significa que elas se odeiem. E quando duas pessoas não discutem não significa que elas se amem.

Eu aprendi:
Que por mais eu queira proteger meus filhos, eles vão se machucar e eu também serei machucado, isso faz parte da vida;

Que minha existência pode mudar para sempre em poucas horas, por causa de gente que nunca vi antes;

Que diplomas na parede não me fazem mais respeitável ou mais sábio.

Eu aprendi:
Que a palavra amor perde o sentido, quando usada sem critério;

Que certas pessoas vão embora de qualquer maneira,quer você queira ou não;

Que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir pessoas, e saber lutar pelas coisas que acredita.

Eu aprendi:
Que sou mais forte que imaginava, e que posso ir mais longe depois de pensar que não podia mais;

E que realmente a vida tem valor e eu tenho valor diante da vida!

(Texto  uja tradução foi  atribuída à: William Shakespeare

Postado por  Juju Morais as 20:40 hs

Deixe um comentário »

DIA DAS CRIANÇAS ESTÁ CHEGANDO …

FAN CLUBE JULIANA GOES

MuitofofaJUJUEJUGOES JULIANA  GÓES E JUJU MORAIS

Juliana Goes e seu fan clube Juxonados, se organizaram na noite de ontem em uma Pizzaria de Santos,  para tratar dos  últimos detalhes da Campanha que está promovendo de forma a colaborar  com  o Fundo Social de Solidariedade administrado pela Prefeitura Municipal de Santos de doação de brinquedos à entidades que abrigam menores carentes.

Portanto  como participante do fanclube e cidadã santista, gostaria de convocar toda galera de SANTOS – SP  para colaborar !!!


Vamos fazer sorrir nossas crianças carentes de seis meses a 6 anos?
Participe da campanha, idealizada por Juliana Góes, a nossa eterna Musa do BBB8  doando brinquedos novos , não importando o valor mais a intenção do gesto.

Data para entrega dos brinquedos ao Fundo Social : 05/10/2009

O local de entrega dos brinquedos, data e qualquer dúvida ou informação, poderá  ser obtido pelos e-mails boacausa@julianagoes.net e  juxonados@gmail.com

Postado por Juju Morais

Deixe um comentário »

É PRIMAVERA …

primavera

POEMA DE PRIMAVERA

Metamorfose dos encantos
Encaixe dos sentimentos
Delicadezas se ondulam em flores
Nas asas da imaginação
Seu sorriso, meu disfarce
Me perco no equinócio do seu florescer
Num canto bem adubado do meu coração
Outra semente germina
Pulula em vida pós-inverno
De begônias e hortênsias
Ornando meu caminhar.
Quem hibernou, involuntário
Ao saltar para a primavera
Encontra suave brisa
A refrescar a tez acalorada febrilmente.
Enfim vitória de uma semente
É primavera chegando
A esperança renascendo
O colorido tingindo
O caminho do passante
Desencasula… para a vida
Desacrisola… para a maturidade
As forças da natureza me deixam e êxtase
Momento de recomeçar
Floreça em mim a primavera de minh’alma
As lágrimas transformem-se em suave brisa
Ou num orvalho manso a regar meu coração…
Estação das flores dentro de mim,
Reaja ao inverno sequioso dos sonhos meus
E brotem novos sonhos
Novas forças,
Nova vontade de sonhar.
Caminho lentamente, mas com firmeza
Esqueço o que doeu
Apago o traço da dor
Aborto a palavra saudade
Construo ruas de felicidade
Onde dançarei a dança da paz
Com o arco-iris a brincar
Ao vento vão os pensamentos
Novos sonhos, novos alentos
O tempo… ah, o tempo! Meu íntimo confidente,
A primavera me trouxe.
Um dia novo está surgindo
Um sonho novo me envolve
Vida nova…
Saúde…
Paz…
Enfim, a primavera me beija a face.

Autoria de:Alice Poltronieri

Deixe um comentário »

Quem julga os outros , não tem tempo para ama-los

OgAAAIz521PARX7i5r-CAW-goe6IaOzoXlTHPNwIpm-Vj2ii0D2A0GPZ0iknsVUEiEWhpRVVm-pUxz013jxTfRQc3RwAm1T1ULfdI3pkZOgbNNdOrsyj_i6Ge8N-

Deixe um comentário »

SER FELIZ SÓ DEPENDE DE NÓS MESMOS

Situaçõesreais

Seu marido te faz feliz?

Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas: – ‘Seu marido a faz feliz? Ele a faz feliz de verdade?’

Neste momento, o marido levantou seu pescoço,demonstrando total segurança.
Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento.

Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro ‘NÃO’, daqueles bem redondos!
– ‘Não, o meu marido não me faz feliz’! (Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima).

– ‘Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz’. E continuou:
– ‘O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas. Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável. Eu decido ser feliz! Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma. As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de ‘experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza.

Quando alguém que eu amo morre eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar. Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai. Eu amo meu marido e me sinto amada por ele desde que nos casamos. Amo a vida que tenho mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade. Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos’.

Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade.

SEJA FELIZ, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém o tenha machucado, magoado, mesmo que alguém não o ame ou não lhe dê o devido valor.

(autoria desconhecida)

Postado por Juju morais as 09:25 hs

Deixe um comentário »

VIVER A VIDA…

AZEDA PRAIA    DA    AZEDA BÚZIOS

Viver a vida estreou em grande estilo: respeitando as características próprias de Manoel Carlos como: a beleza do cenário  do Rio de Janeiro , desttacando Búzios, os depoimentos de superação de mulheres reais , uma trilha sonora maravilhosa de nossa MPB, além de um elenco de atores de primeira liinha além de algumas boas estréias.

Ingredientes muito bons para resultar numa bela produção  , esperando-se  que consiga manter os índices de audiência recebidos pela novela Caminho das Indias que terminou na ultima sexta-feira, da forma já divulgada pela imprensa , ou seja o resultado esperado pelo público, apenas com a omissão de algumas historias: Raj não ficou sabendo sobre o seu filho no Brasil, Bahuan entrou mudo e saiu calado , mesmo sendo um dos protagonistas,  Surya não foi desmacarada nem expulsa da familia por sua falsa gravides e maldades  e Ivone   não foi punida da forma que se esperava. Porque deixar tusão necessario a conclusão de uma estoria. Não empolgou a não ser as cenas de Lima Duarte , Laura Cardoso e Tony Ramos   com a despedida de Shankar do mundo material e mundano as margens do Ganges, isso sim foi digno de assistir.

Postado por Juju Morais as 10:45 hs

2 comentários »

NOSSA SENHORA DO MONTE SERRAT PADROEIRA DE SANTOS

Em Santos, a construção de uma capela em homenagem à Nossa Senhora, no morro de São Jerônimo, entre 1598 e 1609, deve-se a D. Francisco de Souza, o governador geral do estado do Brasil e grande devoto da santíssima Virgem. Segundo suas ordens, a capela foi entregue aos monges de São Bento, assim que estes aqui se estabeleceram.

Logo depois, durante uma invasão holandesa na capitania de São Vicente, em 1614, foi um grande milagre da “Virgem Poderosa” do Monte Serrat que atraiu a atenção e a devoção popular da cidade, pois quando já uma turba de soldados inimigos ia subindo o morro em direção à capela, onde se abriga grande parte da população, um desmoronamento soterrou os atacantes e induziu os invasores a deixarem a cidade.

Desde então, Nossa Senhora do Monte Serrat foi considerada a salvadora da cidade. Em 1954, por deliberação da Câmara Municipal, foi declarada oficialmente “Padroeira da Cidade” e a 8 de setembro de 1955, coroada como tal.

santaMONTE SERRAT

A Cidade homenageia sua Padroeira, Nossa Senhora do Monte Serrat no dia 8 de setembro.
Várias são as histórias que se contam da santa milagrosa. Foi D. Francisco de Souza, governador geral do Brasil quem, em 1602, ordenou construir a Capela do Monte Serrat Veja as fotos - Clique aquie doou a imagem de Nossa Senhora à Ordem de São Bento, que passou a administrar o santuário.

O primeiro e grande milagre a ela atribuído teria acontecido durante a invasão do pirata holandês Joris Van Spilbergen à costa santista, em fevereiro de 1615. Para fugir dos corsários, que incendiaram vários pontos da Vila de Santos, boa parte da população, especialmente mulheres e crianças, refugiou-se no Monte Serrat.

Desesperados, os habitantes rezaram à Virgem do Monte, para que os protegesse. Pouco tempo depois, o caminho por onde avançavam os piratas desmoronou, soterrando a maioria, enquanto os restantes voltaram apressadamente para os navios, a fim de deixar a barra.

Por meio de lei sancionada pelo então prefeito Antônio Feliciano, em 1954, Nossa Senhora do Monte Serrat foi escolhida como Padroeira de Santos, coroada em cerimônia realizada em 8 de setembro de 1955.


Oração à Nossa Senhora do Monte Serrat

Veja as fotos - Clique aqui“Gloriosíssima Rainha, Padroeira Nossa, Virgem do Monte Serrat, ouvistes paciente e amável as preces deste vosso servo; escutai com igual bondade as últimas palavras de meu amor antes de deixar vossa presença!

Não me afastarei de vós sem obter antes a vossa benção maternal: peço-a para mim, para minha família e amigos, meus trabalhos e interesses; pela Igreja de Deus, hoje tão combatida e, pelo vosso pastor universal o Santo Padre; pela nossa Pátria Brasileira, toda dedicada e consagrada a vós; pelo nosso Clero e Povo fiel, sempre solícitos a vos festejar; pelos infelizes pecadores e maus cristãos que de vós necessitam para voltar ao caminho do bem; pelos inimigos da Santa Igreja Católica, que com o vosso braço poderoso podeis confundir e converter em apóstolos da Verdade.

Tudo podeis alcançar de vosso Divino Filho, ó Mãe celestial. Concedei-me finalmente ser visitado por vós, Virgem Mãe, na hora de minha morte, e viver unido com o Pai, o Filho e o Espírito Santo, e convosco, pelos séculos dos séculos. Assim seja”.

Fonte:Site: Santos.sp.gov.br

Deixe um comentário »

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

independencia_do_brasil

Quem acha que a independência foi só o famoso grito “Independência ou Morte!” de d. Pedro I às margens do Ipiranga? Pois não foi, não. Durante nossa história tivemos muitas lutas pela independência, todas reprimidas pelo governo português.

As mais famosas foram a Inconfidencia MIneira, em Minas Gerais, no ano de 1789, aquela que acabou levando Tiradentes à forca; a Conjuração Baiana, também conhecida como a Revolta dos Alfaiates , na Bahia, quase dez anos depois, em 1798; e a Revolução Pernambucana, em 1817 (quase 20 anos depois da revolução baiana!) E o grito de d. Pedro só foi acontecer no dia 7 de setembro de 1822, cinco anos mais tarde.

Ursinho Hanniball Blog do Humor

Comemoramos no feriado de 7 de Setembro a Independência do Brasil ao processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data adotada é 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. Na ocasião, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro, bradou perante a sua comitiva: “Independência ou Morte!”. A moderna historiografia em Historia do Brasil , entretanto, remete o início do processo à chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil, no contexto da Guerra Peninsular, em 1808.

Mais será que o Brasil conseguiu realmente a sua independência ? Acho que a resposta é sim e não ao mesmo tempo. Porque o Brasil atualmente tem seu governo, formado por brasileiros, e não é mais uma colônia de outro país. Mas por outro lado ele ainda continua dependendo dos outros países, possuindo uma dívida externa muito alta. Os estrangeiros continuam invadindo o nosso país montando empresas estrangeiras em nosso país, e com isso as nossas riquezas acabam indo para fora enquanto isso nosso país continua tento desemprego, pessoas miseráveis, baixo salários, etc, e os países que aqui se estalam quase não pagam impostos e enviam grandes remessas de dinheiro para seu país de origem deixando ele cada vez mais rico as custas de nosso país.

Por tudo isso, ainda falta muita coisa para conseguirmos nossa total independência, e para isso acontecer muita coisa precisa ser mudada em nosso país. As riquezas produzida com o trabalho do brasileiro deve contribuir para elevar o nível de vida da nossa população, a vida dos brasileiros deve ser mais respeitada e protegida e para isso ainda temos que lutar muito ainda para que possamos conseguir realmente a nossa total independência.

Autoria: Andrea Karina Casaretto


Deixe um comentário »

O AMOR ESTÁ NO AR, EM TODAS AS COISAS AO SEU REDOR.

LOVE IS  IN THE AIR

Composição:John Paul Young

O amor está no ar
Em todo lugar que eu olho ao redor
O amor está no ar
Toda vista e todo som

E eu não sei se estou sendo ridículo
Não sei se eu estou sendo sábio
Mas é algo que eu devo acreditar
E é lá quando eu olho em seus olhos

O amor está no ar
No sussurro das árvores
O amor está no ar
No trovão do mar

E eu não sei se estou apenas sonhando
Não sei se me sinto sensato
Mas é algo que eu devo acreditar
E é lá quando você chama meu nome

O amor está no ar
O amor está no ar
Oh oh oh
Oh oh oh

O amor está no ar
No nascer do sol
O amor está no ar
Quando o dia está quase feito

E eu não sei se você está numa ilusão
Não sei se o que vejo é verdade
Mas você é algo que eu devo acreditar
E é você lá quando estendo a mão pra você

O amor está no ar
Toda vista e todo som
E eu não sei se estou sendo ridículo
Não sei se eu estou sendo sábio
Mas é algo que eu devo acreditar
E é lá quando eu olho em seus olhos

Tradução: Site Vagalume

Postado por Juju Morais as 10:00hs

Deixe um comentário »